Produtores

O documentário "Beyond Ipanema" é um projeto da Beyond Ipanema Films e Planet Pop. Em parceria com o Canal Brasil, as duas produtoras realizam em 2013 uma série de 13 episódios inspirada no tema do filme. Baseada em Nova York, a Planet Pop é parte da Producing Partners. Saiba mais clicando aqui.

GUTO BARRA

Diretor/ProducerG

Saiba mais

Formado em jornalismo pela Pontícia Universidade Católica de São Paulo, Guto Barra começou sua carreira profissional em 1993 na Folha da S.Paulo. Dois anos depois, editou uma página diária de comportamento no Jornal da Tarde e colaborou com Ruth Slinger na série “MTV a Go-Go”. Em 1997, mudou-se para Nova York, onde abriu a Planet Pop, que produz conteúdo para os principais veículos brasileiros. Em 12 anos de operação na cidade, a empresa conta com uma lista de clientes que inclui MTV Brasil, GNT, Multishow, Vogue Brasil, Marie Claire, Terra Networks, TNT Latin America, UOL, O Estado de São Paulo e muitos outros.


Depois de produzir uma série de reportagens de televisão sobre o mundo do entretenimento e os efeitos do ataque terrorista do World Trade Center, Guto estreou na direção de documentários com “Clash of Cultures”, exibido em 2004 na MTV Brasil e lançado pela ST2 vídeo. Incluindo entrevistas com Scissor Sisters, Fischerspooner, Peaches, Ladytron, Miss Kittin e outros, o documentário antecipou a onda do electro no Brasil. Em seguida, dirigiu e produziu uma série de outros projetos para canais de TV e gravadoras americanas.

BÉCO DRANOFF

Music Diretor/Producer

Saiba mais

O paulista Béco Dranoff iniciou sua carreira como programador da rádio Jovem Pan II FM e assistente de produção nas casas Projeto SP e 150 Night Club em São Paulo. Em 1988, ao completar o curso de Comunicação na FAAP, Béco se transfere para Nova York e funda a empresa Artmosphere, Inc, trabalhando como tour manager e contato para artistas como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Margareth Menezes, Ana Caram e Bebel Gilberto. Em 1994, se associa à produtora Red Hot Organization para a criação do projeto beneficiente 'Red Hot + Rio'. Trazendo nomes como David Byrne, George Michael, Gilberto Gil, Marisa Monte, Caetano Veloso, Ryuichi Sakamoto e muitos outros, o projeto inspirou um documentário de mesmo nome exibido em TVs dos Estados Unidos, Europa e Brasil.


Durante os anos 90, Béco produziu diversos projetos musicais, incluindo ‘Onda Sonora: Red Hot + Lisbon’, 'CSNZ Remixed' (o disco póstumo de Chico Science & Nação Zumbi), a compilação ‘The Best Of Os Mutantes: Everything is Possible’ (com David Byrne), 'Caipirissima: Batucada Eletrônica' e outros. Foi também co-produtor musical do filme “Next Stop Wonderland”, dirigido por Brad Anderson. Em 1998 Béco funda o selo Ziriguiboom em associação com a gravadora belga Crammed Discs, lançando as carreiras internacionais de Bebel Gilberto, Suba, Cibelle, Celso Fonseca, Trio Mocotó, DJ Dolores, Apollo Nove, Zuco 103 e Bossacucanova.